Comprar OnLine Equipamentos Médico Hospitalares Contec MED™ BR: Assistência de enfermagem aos pacientes sequelados de AVE isquêmico

terça-feira, 17 de março de 2015

Assistência de enfermagem aos pacientes sequelados de AVE isquêmico

Assistência de enfermagem aos pacientes sequelados de AVE isquêmico

 

  Acidente Vascular Encefálico (AVE) é uma doença que, muitas vezes, incapacita seu portador para atividades de vida diária, visto que é uma relevante questão de saúde pública. Este estudo de abordagem qualitativa, objetivou analisar a atuação da equipe de enfermagem da Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Centro de Saúde Nazaré, na assistência aos pacientes sequelados de AVE Isquêmico. Para isso entrevistamos oito profissionais da equipe de enfermagem da ESF. Com base nos discursos foi possível construirmos cinco categorias: Cuidar é educar; Cuidar é humanizar a relação de cuidado; Cuidar é eleger o paciente como pessoa de cuidado; Cuidar é incluir a família no processo cuidativo; Cuidar é desenvolver a técnica. A reflexão e a compreensão dessas categorias transparecem que é necessário que a equipe de enfermagem reavalie o seu cuidar, de modo a participar ativamente da assistência ao paciente sequelado de AVE Isquêmico.



INTRODUÇÃO

O Acidente Vascular Encefálico (AVE) é uma patologia que envolve uma artéria e/ou uma veia cerebral. Caracteriza-se por alterações na circulação cerebral quase sempre relacionadas com a hipertensão e a aterosclerose, devido a oclusão parcial ou completa de um vaso sanguíneo ou da hemorragia decorrente de um rompimento vascular. (MELLO, 2003)


O AVE Isquêmico resulta de interferência na circulação do cérebro, devido a uma redução generalizada ou localizada do fluxo sanguíneo, tendo em vista que a identificação da gravidade deve ser analisada com base no tamanho do calibre do vaso e em relação ao tempo de isquemia. Pode ser subdividido em alguns tipos como: a) trombose de grandes artérias devido a aterosclerose dos grandes vasos sanguíneos dentro do cérebro; b) os trombóticos de pequenas artérias perfurantes são o tipo mais comum e afetam um ou mais vasos; c) os acidentes vasculares cerebrais cardiogênicos estão associados à arritmias cardíacas, usualmente à fibrilação atrial, reduzindo o fluxo cerebral; d) os êmbolos de origem cardíaca circulam até a vasculatura cerebral. (SMELTZER & BARE, 2004)


Sabe-se ainda, que o AVE Isquêmico gera uma ampla variedade de déficits neurológicos, dependendo da localização da lesão, do tamanho da área de perfusão inadequada e da quantidade de fluxo sanguíneo colateral. As funções motora, sensorial, dos nervos cranianos, cognitiva entre outras podem estar rompidas.

www.contec.med.br


No entanto, é importante ressaltar que a Atenção Básica caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, do âmbito individual e coletivo que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação e manutenção da saúde.


A Atenção Básica tem a saúde da família como estratégia prioritária para sua organização.[1] Contudo, o papel do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família (ESF) implica em relacionar todos os fatores da família, saúde e doença, da classe social e da cultura, atuando e interagindo com situações que apoiem a integridade familiar. A família como unidade de cuidado é a perspectiva que dá sentido ao processo de trabalho da ESF.


Nesse aspecto, “a visita domiciliar” é um instrumento de intervenção fundamental da estratégia de saúde da família que possibilita ao profissional conhecer o contexto de vida do usuário e a constatação “in loco” das reais condições de habitação, bem como a identificação das relações familiares.

#enfermagem #medicina #enfermeiro #enfermeira #saúde



Oxímetros de Pulso              Estetoscópios              UltrasSom              Glicosímetros

Nenhum comentário:

Postar um comentário